ricardo carvalho + joana vilhena
arquitectos

 
rcjv arquitectos

projectos

publicações

joana vilhena


ricardo carvalho
 

     

Ricardo Carvalho licenciou-se em Arquitectura pela Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa em 1995. Doutorado em Arquitectura pelo Instituto Superior Técnico U.T.L. em 2012. Em 1999 fundou o escritório Ricardo Carvalho + Joana Vilhena Arquitectos. 

É docente no Departamento de Arquitectura da Universidade Autónoma de Lisboa. Foi professor do Mestrado Internacional Achitektur Studium Generale da Universidade do Brandemburgo BTU Cottbus, Alemanha (2009-2013). Foi Visiting Professor na Universidade de Navarra, UNAV, Pamplona, Espanha (2013) e na Carleton University, Canada (2016-2017).

Foi conferencista, crítico e/ou professor convidado em diversas universidades e instituições onde se destacam a Escola Nacional Superior de Arquitectura de Marselha, França; David Azrieli School of Architecture, Universidade de Telavive, Israel; Escola da Cidade, S. Paulo, Brasil; Faculdade de Arquitectura de Lisboa, Portugal; Instituto Superior Técnico, Lisboa, Portugal; Museu de Arte Contemporânea de Serralves, Porto, Portugal; Universidade Autónoma de Lisboa, Portugal; Universidade de Évora, Portugal; Universidade Cottbus, Alemanha, Universidade de Coimbra, Portugal; Academia de Mendrisio, Suíça; Universidade de Innsbruck, Áustria e Universidade de Trondheim, Noruega.

O trabalho de Ricardo Carvalho + Joana Vilhena Arquitectos foi apresentado em conferências na Alemanha, Brasil, Espanha, Equador, França, Israel, Itália, México e Portugal e publicado na Alemanha, Argentina, Brasil, China, Coreia do Sul, Espanha, Estados Unidos da América, Holanda, Portugal, Suíça e Reino Unido. Em Junho de 2009 integraram a exposição "OVELAPPINGS: Six Portuguese Architecture Studios" no Royal Institute of British Architects em Londres. Em Junho de 2011 integraram a exposição "Portugal com Vinda" no FAD em Barcelona. Em Setembro de 2011 integraram a exposição "Tradition is Innovation" na galeria Ozone em Tóquio. Esta exposição esteve patente em 2011 na Bienal de Arquitectura de S. Paulo. Em Agosto de 2012 integraram a exposição "Lisbon Ground", Representação Oficial Portuguesa na 13ª Bienal de Arquitectura de Veneza.

Em 2015 foram nomeados para o Prémio Europeu de Arquitectura Mies van der Rohe.